Operação Cisão de Rede golpeia o tráfico de drogas e armas e cumpre mais de 60 ordens judiciais

134

A Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), por intermédio do Grupo Antirroubo a Bancos (GAB), deflagrou nessa quinta-feira (02), a Operação Cisão de Rede, com o objetivo de cumprir 67 mandados judiciais, sendo 27 de prisão temporária e 40 de busca e apreensão.

A investigação teve início a partir de uma denúncia anônima, formulada no início deste ano, que imputava a alguns indivíduos a prática de tráfico de drogas ilícitas e comércio de armas de fogo, o qual poderia fomentar roubos. As diligências realizadas permitiram compreender que os alvos principais mantinham relação, especialmente em redes sociais, com pessoas que faziam apologia a uma facção criminosa.

Prosseguindo com a investigação no inquérito policial, apurou-se que os investigados, além de manter amizade pelas redes sociais, também se associaram para a prática de tráfico de drogas ilícitas em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Guapó, Trindade, Águas Lindas de Goiás e no Distrito Federal.

 

Durante a operação, foram apreendidos drogas ilícitas, balanças de precisão, arma de fogo, munições, aparelhos celulares, cartões bancários e outros documentos no intuito de subsidiar o inquérito policial. Ao todo, ainda foram presas 24 pessoas em flagrante.

Participaram da operação mais de 150 policiais civis, com apoio de equipes de diversas Delegacias Especializadas, 1ª DRP, 17ª DRP, CORE/GT3 e Divisão de Capturas e Polícia Interestadual da Polícia Civil do Distrito Federal (DCPI/PCDF).