Operação Crepitus: PC deflagra nova fase e faz buscas em pontos de venda clandestina de gás

71

Nessa terça-feira (28), a Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), realizou mais uma fase da Operação Crepitus, visando interromper a prática do crime insculpido no art. 1º, inciso I da Lei de Crimes Contra a Ordem Econômica, tendo em vista o risco iminente de explosão provocado pela venda ilegal de gás. O crime prevê pena detenção de 1 (um) a 5 (cinco) anos.

A ação conjunta da Decon e de especialistas de regulação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) deu cumprimento a mandados de busca e apreensão em estabelecimentos comerciais e em locais clandestinos, sendo um na capital e cinco na cidade de Aparecida de Goiânia.

A investigação iniciou-se há 3 meses, provocada pelo compartilhamento de informações com a ANP, Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás e Procon Estadual, nos seguintes locais:

1 – Na Vila Maria Luiza, Goiânia/GO: cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão de 33 (trinta e três) botijões que se encontravam estocados num lote ao lado de diversas residências;
2 – No Setor Maria Inês, Aparecida de Goiânia/GO, cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão de 23 (vinte e três) botijões estocados de forma irregular;
3 – No Parque Veiga Jardim, Aparecida de Goiânia/GO, cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão de 17 (dezessete) botijões estocados de forma irregular;
4 – No Parque Haiala, Aparecida de Goiânia/GO, cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão de 05 (cinco) botijões que se encontravam estocados de forma irregular;
5 – No Setor Pontal Sul, Aparecida de Goiânia/GO, cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão de 13 (treze) botijões estocados de forma irregular;
6 – Na Vila Oliveira, Aparecida de Goiânia/GO, cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão de 14 (quatorze) botijões estocados de forma irregular.