Operação da Decar e da PRF prende envolvido em roubo de cargas; prejuízo às empresas supera R$ 25 mi

610

Em prosseguimento às ações policiais que visam o combate ao crime organizado especializado em furtos e roubos de cargas, a Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam em flagrante, na madrugada dessa sexta-feira 28, Wanderson Gonçalves da Silva por falsificação ideológica e uso de documento falso. Ele foi preso na BR 060, saída para Anápolis.

Wanderson é investigado há mais de um ano por pertencer a uma robusta organização criminosa responsável por mais de trinta roubos de cargas de gêneros alimentícios no trecho entre Anápolis e Alexânia. Também é suspeito de praticar o tráfico de drogas. A principal droga comercializada por ele é a pasta base de cocaína trazida da Bolívia e do Paraguai e redistribuída em Goiás e no Distrito Federal. A organização criminosa a que Wanderson pertence é chefiada por Samuel Lourenço, velho conhecido no mundo do crime, com sua costumeira habilidade de agredir as vítimas utilizando armamento de fogo pesado.

Durante dois dias das investigações, Wanderson Gonçalves da Silva chegou a empreender fuga, mas foi preso pelos policiais. Seus documentos e veículos, ambos adulterados, foram apreendidos. O prejuízo causado pela organização às transportadoras já ultrapassa a cifra de R$ 25 milhões.

A Decar já protocolizou em juízo pedidos cautelares para o perdimento de bens e valores pertences a Samuel Lourenço e Wanderson Gonçalves da Silva.