Operação Deceife investiga atividades envolvendo falsos agrotóxicos e cumpre seis mandados judiciais

68

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais/DERCR, com apoio dos Pontos Focais Rurais das Delegacias Regionais de Aparecida de Goiânia, Porangatu e Luziânia, através da operação Deceife, deflagrada nesta quarta-feira (23), cumpriu seis mandados judiciais de busca e apreensão em face de uma suposta associação criminosa ligada ao comércio, armazenamento, adulteração e falsificação de agrotóxicos e outros implementos.

As medidas judiciais foram cumpridas nas cidades de Goiânia, Senador Canedo, Cristalina e Montividiu do Norte. Visando angariar elementos informativos para o prosseguimento das investigações, foram coletados diversos documentos relacionados à investigação, posto que, além dos crimes citados, a referida associação é também investigada por falsificar documentos públicos com o propósito de embaraçar o trabalho fiscalizatório do Estado.

Durante as buscas, além dos documentos, também foram apreendidas armas de fogo e dois veículos possivelmente utilizados pelo grupo criminoso. Além disso, foi lavrado em face de um dos investigados um auto de prisão em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido, ocasião em que o autuado, após os procedimentos legais, foi encaminhado para Unidade Prisional.

A investigação segue com o propósito de identificar demais participantes das atividades. A Delegacia de Repressão a Crimes Rurais prossegue com o propósito de individualizar condutas da referida associação, sempre com o propósito de resguardar os agricultores das referidas falsificações, que de fato causam prejuízos no campo.