Operação Emboscada: presa mulher que arquitetou roubo na fazenda do ex-companheiro; outros três envolvidos também foram detidos

477

A equipe da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) deflagrou nesta semana (dias 14 e 15 de agosto) a Operação Emboscada e cumpriu quatro mandados de prisão preventiva. Foram detidos: José Neto Vieira da Silva, 26 anos, Tatiany Alves de Souza, 40 anos, Leandro Aparecido de Carvalho Rodrigues, 37 anos, e Sidney de Moura Pinto, 28. Eles são investigados por terem se associado para praticarem o roubo à propriedade rural localizada no município de Itaguaru, no dia 30 de julho do ano passado.

A vítima e Tatiany viveram em união estável por anos e, ao se separarem, eles travaram na Justiça demanda em torno da divisão de bens, passando a conviver em conflito, inclusive tendo sido registrada pela vítima ocorrência contra Tatiany por ameaça.

A investigação descobriu que Tatiany Alves já se relacionava amorosamente com José Neto e lhe repassou informações privilegiadas sobre a fazenda e sobre bens que a vítima possuía em casa.
Dessa forma, na noite do dia 29 de julho do ano passado, por volta das 22h, Leandro Aparecido, Sidney de Moura e um terceiro ainda não identificado, saíram de Anápolis e se encontraram com José Neto na cidade de Itaguaru. Na madrugada do dia posterior, foram à fazenda e renderam a vítima e um funcionário sob constante ameaça exercida com emprego de arma de fogo. A vítima foi agredida violentamente, causando-lhe lesões, e foi amarrada com uma corda dentro da residência.

Os autores subtraíram duas caminhonetes, uma Mitsubishi Triton L200 e uma Ford F-250 (que foi localizada em Anápolis no mesmo dia do roubo), canoa, carretinha, motosserras, valores em espécie, causando um prejuízo de mais de R$ 100.000,00 à vítima.

Por fim, as investigações apontaram que Antônio Lira Filho, vulgo “Parazinho”, foragido da Justiça e que se encontrava preso na Penitenciária Odenir Guimarães (POG) na época do roubo, orquestrou toda a dinâmica delitiva.

Com as prisões e interrogatórios dos investigados, as investigações foram finalizadas e o inquérito policial será remetido ao Poder Judiciário de Comarca de Itaguaru.

Delegado responsável: Marco Aurélio Euzébio.