Operação Enxameação: DOT e DERCR investigam sonegação de impostos envolvendo comercialização de carne de gado

105

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT) e da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR) – com apoio da 14ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Jataí, Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/GT3) e colaboração da Secretaria Estadual da Economia (Secon) -, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (02), a Operação Enxameação.

A operação teve como alvo um frigorífico localizado no município de Jataí, seu proprietário, “laranjas” e escritório de contabilidade. A Polícia Civil cumpriu cinco mandados de busca e apreensão e lavrou um Auto de Prisão em Flagrante (APF) pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

Os investigados, segundo apurado pela DOT e DERCR, teriam criado uma empresa de fachada em nome de laranjas para emitir, de forma fraudulenta, notas fiscais de comércio de carne de gado.

As investigações da DOT começaram após compartilhamento de provas realizado pela DERCR, em decorrência de apuração de crime de roubo de gado nos municípios de Jataí e Mineiros.

A Secretaria da Economia está auditando os valores totais de tributos sonegados, que pode passar a cifra dos R$ 2 milhões. Os investigados responderão por crime tributário e falsidade ideológica, além de terem de arcar com o pagamento dos tributos sonegados acrescidos de multa.