Operação Prancha: Denarc conclui investigação sobre tráfico de drogas e organização criminosa

350

Ao longo das últimas semanas, a Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) concluiu com sucesso a investigação relativa à Operação Prancha, após realizar as prisões dos chefes da organização criminosa responsável por boa parte do abastecimento de maconha na região metropolitana de Goiânia. A operação contou com apoio de policiais civis dos estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, bem como de Planaltina de Goiás.

Na cidade de Ponta Porã (MS), fronteira com o Paraguai, foram presos dois grandes fornecedores da droga, que era transportada e revendida na capital goiana. Outro investigado foi preso em Planaltina de Goiás com apoio de policiais civis do Distrito Federal e de Goiás. Ele é apontado como responsável pelo transporte e distribuição da droga na região metropolitana de Goiânia.
Por último, outro membro da organização criminosa foi preso na fronteira entre Goiás e Mato Grosso pelos agentes da Polícia Civil em Barra do Garças (MT).

Todos os investigados foram presos por força de mandados de prisão preventiva expedidos após investigação que perdurou por quase um ano, resultando na apreensão de quase três toneladas de maconha.