Operação prende 3 envolvidos em explosão de caixa eletrônico

508

O Grupo Antirroubo a Banco (GAB), núcleo pertencente à Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), prendeu, na tarde da última terça-feira (2), três pessoas envolvidas na explosão de caixas eletrônicos. A operação foi feita em conjunto com o Batalhão de Rotam da Polícia Militar.

Os investigados faziam parte de uma associação criminosa que explodiu os terminais de autoatendimento do Brasil do Brasil da cidade de Bela Vista de Goiás na madrugada do dia 26 de janeiro deste ano. Eles ainda tentaram explodir um outro caixa eletrônico da mesma agência bancária em Vianópolis, na madrugada de ontem (2 de abril), mas a ação foi frustrada.

Foram presos durante a operação Iago Graciano Silva Freitas (vulgo “Gordinho”), Eloan Lopes Martins e Luciano do Nascimento. Um quarto investigado, Douglas Emílio Souza, conhecido pelo apelido de “Douglinhas”, veio a óbito depois de um confronto com a polícia na cidade de Turvânia.

Os policiais apreenderam ainda quatro armas de fogo, sendo uma submetralhadora de calibre 380, uma pistola semiautomática de calibre 9 mm e dois revólveres de calibre 357 e 38. Outros artefatos explosivos e cerca de 5 quilos de entorpecentes também foram apreendidos.

Esta já é a oitava operação feitas neste ano em conjunto pelas polícias Civil e Militar para desarticular organizações criminosas que atuam na explosão de caixas eletrônicos bancários.