Operação Sem Divisas prende integrante de organização criminosa que atuava em roubo a carros-fortes

177

As polícias Civil e Militar de Goiás apresentaram, nesta segunda-feira (10), o resultado da Operação Sem Divisas, que desarticulou uma associação criminosa envolvida com o roubo a carros-fortes e ataques a agências bancárias. A operação foi feita em conjunto pelo Grupo Antirroubo a Banco (GAB), da Deic, e 42º Batalhão da PM e o Grupo de Radiopatrulha Aérea (GRAer).

Wanderson Mendes de Oliveira, conhecido pelo apelido de Chapolin, foi preso em Goiânia, no setor Residencial São Marcos. Wanderson foi identificado como membro de uma quadrilha responsável por dois ataques a carros-fortes ocorridos no estado do Tocantins.

Com o investigado, os policiais encontraram cerca de R$ 109 mil em dinheiro, além de munições e dois veículos utilizados nas ações criminosas. Ele confessou que guardava armas de grosso calibre em Redenção, no Pará. Com apoio do Serviço Aéreo da Secretaria de Estado da Casa Militar, os policiais foram até o município e encontraram três fuzis. O suspeito confessou, ainda, que o restante do dinheiro ficou com outros integrantes da quadrilha.

Wanderson Mendes tinha mandados de prisão em aberto por roubo, tráfico de drogas e receptação. “Agora, ele também vai responder por posse ilegal de armas de fogo e uso de documentação falso, já que, ao ser abordado, ele apresentou uma carteira de habilitação falsificada”, explicou a delegada Mayana Rezende, titular da Deic.