Operação Serpentina: distribuidora suspeita de comercializar bebidas sem pagar tributos é alvo de ação da Polícia Civil e Secretaria de Economia

291

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT), em conjunto com a Secretaria da Economia, deflagrou nesta quinta-feira (17) a Operação Serpentina. A operação teve como alvo grande grupo do ramo de distribuidora de bebidas localizada em Goiânia.

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e lavrado um Auto de Prisão em Flagrante (APF) por posse ilegal de arma de fogo. O grupo investigado vinha comercializando grande quantidade de bebidas sem emissão de notas fiscais e utilizando depósito clandestino, sem registro nos órgãos competentes, sonegando vultosos valores de ICMS.

Auditores fiscais da Secretaria da Economia participaram das diligências e apreenderam dados dos sistemas de informática que propiciarão auditoria completa para estabelecer o montante a título de tributos devidos.

Os investigados responderão por crime tributário e posse ilegal de arma de fogo, além de terem de arcar com o pagamento dos tributos sonegados acrescidos de multa.

 

Delegado responsável: Marcelo Aires