Operação Sétimo Selo da DERFRVA cumpre 38 mandados judiciais

1912

A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) deflagrou, na última terça-feira (9), a Operação Sétimo Selo com o objetivo de desarticular uma organização criminosa responsável pela receptação de veículos roubados/furtados, adulteração de sinais identificadores de veículos automotores e financiamento/custeio para o tráfico de drogas.

Durante as investigações, a DERFRVA apurou a existência de um esquema sofisticado de lavagem de dinheiro, com a utilização de empresas e pessoas interpostas, os chamados “laranjas”. Alguns veículos do grupo eram repassados a outros grupos criminosos, principalmente ligados ao tráfico de drogas.

Foram cumpridos, até o momento, 13 mandados de prisão e 25 mandados de busca e apreensão em diversos endereços. Durante o cumprimento das buscas, foram apreendidos 30 veículos de luxo, dentre os quais foram identificados duas caminhonetas adulteradas. Também foram apreendidos 10 câmbios de veículos, sendo que 8 são de automóveis roubados/furtados; 3 motores de caminhões, dois deles adulterados e um pertencente a um veículo roubado, e ainda 2 blocos de motores adulterados.

No transcurso das investigações, foi autorizado o sequestro judicial de 9 imóveis e o bloqueio bancário de contas no valor de aproximadamente R$ 18.000.000,00 (dezoito milhões de reais).

Os presos na Operação Sétimo Selo são: Luis Cesar Martins de Souza, Luis Eduardo Martins de Souza, Synara Regina Aquino Coelho Martins, Kenia Inacia dos Santos Martins, Ricardo José Rossetto, Eroilson Alves da Silva, Lara Divina Mendes Gaudie Ley, Ledys Aquino Coelho, Lindemberg Hudson de Souza, Wanderson Arantes Salgado, Cascinho Nunes dos Santos, Carlos Henrique Alves Souza e Gleidison Braz de Almeida.