Operação Tractamus: Dercap prende cinco vereadores de Araguapaz envolvidos em corrupção

625

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap) deflagrou, na manhã desta terça-feira (17), a Operação Tractamus, que investiga a ocorrência dos crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva e falsidade ideológica. A operação mobilizou 60 policiais civis.

Durante as diligências, foram cumpridos seis mandados de prisão cautelar contra os investigados. Dos presos, cinco são vereadores da cidade de Araguapaz, a 260 km de Goiânia: Egnaldo José de Carvalho, Pedro da Silva Souza, Frederico Antônio Monteiro, Derci Francisco Cardoso e Fábio Divino Cardoso. O outro homem preso é Paulo Sérgio Ferreira Nunes, secretário de obras do município.
Também foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em Araguapaz e em Goiânia. Além da residência dos investigados, a Polícia Civil fez buscas nos gabinetes dos vereadores da Câmara Municipal de Araguapaz. A equipe da Dercap fará ainda mais diligências, a fim de localizar e prender outros envolvidos no esquema criminoso.

O esquema

A investigação apurou que os vereadores abriram um processo de cassação da prefeita da cidade (impeachment) e, simultanemente, começaram a extorquir o marido da prefeita. Este então prometeu vantagem indevida aos vereadores suspeitos, que aceitaram. No último ano, foram instaurados dois processos de cassação na Câmara Municipal de Araguapaz, mas ambos foram suspensos porque um dos investigados prometeu, por duas vezes, o pagamento de vantagens indevidas aos vereadores caso eles paralisassem o processo de impeachment. Porém, a prefeita foi cassada no mês de agosto último, as negociações cessaram e o marido da prefeita, que é ex-prefeito da cidade e também é investigado, procurou então a Polícia Civil para dar notícia dos fatos.

A operação teve o apoio dos policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/GT3) e da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás (Adpego). O nome da Operação Tractamus, do latim, significa manipulação.

*Atualização: o ex-prefeito da cidade, José Segundo Rezende Júnior, foi preso na noite de 17 de setembro (sétimo mandado de prisão cumprido)