PCGO e Força Nacional prendem suspeito de homicídio na região noroeste por conta da guerra de facções

336

Na manhã de hoje (19), policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), com apoio da Polícia Judiciária da Força Nacional em operação no PNECV-Goiânia, prenderam, em cumprimento de mandado de prisão, Rafael Vieira de Lima, conhecido como “Demonin”, indiciado como suspeito de ser um dos executores da morte de Felipe Diogo Gomes de Souza, consumada no dia 19 de novembro do ano passado.

Depois da prisão, foi dado cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência do autor, ocasião em que a arma do crime foi apreendida, o que culminou ainda com sua autuação em flagrante pelo crime de porte de arma de uso restrito, uma vez que o revólver calibre 38 estava com a numeração raspada.

O outro suspeito, supostamente envolvido no crime, foi morto recentemente em um confronto com o Giro da PM, razão pela qual o crime se encontra devidamente elucidado. Os dois executores usavam um veículo Fiat Siena e abordaram a vítima que, estava em uma motocicleta, na Rua Manaus, Vila João Braz.

Chama atenção o fato de que executores e vítima eram amigos de infância, mas, conforme informações dos autos, possivelmente a amizade se desfez na medida em que foram batizados em facções criminosas rivais. Trata-se de um dos poucos bairros da capital em que ainda há a presença de facções rivais.

A divulgação da imagem e identificação do preso foi precedida nos termos da Lei n.º 13.869, Portaria n.º 02/2020 – PC, Despacho do Delegado Titular desta unidade, nº 000010828006 e Despacho nº 61/2020 – DIH/DGPC- 09555 dos responsáveis pela investigação, especialmente porque visa o surgimento de novas provas e testemunhas do homicídio em testilha, bem como outros crimes violentos na região.