PCGO e PMGO prendem suspeito de homicídio em Goiânia; autor foi autuado em flagrante por tráfico

267

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), e a Polícia Militar do Estado de Goiás, por intermédio do Batalhão de ROTAM, em uma ação integrada, efetuaram a prisão de Felipe Cezar Pereira da Cruz, suspeito de envolvimento no homicídio de Whatyla Eduardo Silva Martins, ocorrido no dia 27 de setembro de 2020, na Vila Redenção, em Goiânia.

A DIH apurou que Felipe forneceu a arma de fogo usada no crime, uma pistola marca Glock, cal. 9mm, para dois adolescentes já identificados que, no dia e horário do fato, se dirigiram em um veículo Fiat Palio até a residência da vítima e, ao se aproximarem, efetuaram diversos disparos contra ela, que foi atingida e socorrida no Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO), vindo a óbito dias após o crime naquele hospital.

A infração penal foi praticada como forma de vingar a morte de Jânio Henrique Pereira dos Santos, primo de Felipe Cezar, que foi assassinado dias antes em razão de uma disputa de pontos de tráfico de drogas naquela localidade. A arma de fogo utilizada para o cometimento do delito foi apreendida pela ROTAM três dias após o homicídio em poder de Felipe. Durante a prisão, foi localizada droga na casa do suspeito, que também foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

A divulgação da imagem e identificação dos presos foi precedida nos termos da Lei n.º 13.869, Portaria n.º 02/2020 – PC, Despacho do Delegado Titular desta unidade, nº 000010828006 e Despacho DIH/DGPC- 09555 dos responsáveis pela investigação, especialmente porque visa a identificação de eventuais crimes outros cometidos pelo suspeito, bem como surgimento de novas testemunhas.