PCGO prende investigado foragido da Operação Desfragmentação; sobe para 11 o número de presos

149

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por intermédio do Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes (Gref) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), cumpriu hoje (21), mais um mandado de prisão preventiva em continuidade à Operação Desfragmentação. No dia 19 deste mês, foi deflagrada a operação, na qual foram cumpridos 10 mandados de prisão e 10 mandados de busca e apreensão em desfavor de suspeitos de integrarem duas associações criminosas voltadas para a prática do “golpe do novo número”.

Na ocasião, um dos investigados não havia sido localizado. Contudo, após realizarem uma série de diligências, os policiais civis do Gref/DEIC conseguiram localizar e prender um jovem suspeito de ser um dos cooptadores de contas bancárias utilizadas para o recebimento das transferências fraudulentas de uma das associações criminosas.

Além do mandado de prisão, também foi cumprido um mandado de busca e apreensão do endereço do investigado, ocasião na qual foram encontrados cartões bancários de comparsas e anotações com as senhas dos referidos cartões. Com a prisão preventiva desse suspeito, a Operação Desfragmentação resultou na prisão de um total de 11 pessoas suspeitas de praticarem os crimes de estelionato e associação criminosa.