PCGO prende preventivamente suspeito de matar companheira durante festa em chácara de Goiânia

115

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), prendeu preventivamente, na última sexta feira (5), um homem de 46 anos investigado pela morte de sua companheira, de 33 anos, assassinada a tiros no dia 3 de novembro, no setor Chácara Mansões Rosas de Ouro, em Goiânia.

Segundo o delegado André Veloso, responsável pela investigação, o homem foi capturado pela Polícia Militar e levado à delegacia especializada. A aram utilizada no crime foi apreendida. O suspeito teve sua prisão em flagrante convertida em preventiva durante audiência de custódia.

A manicure Arlete Almeida Silva, de 33 anos, foi atingida por dois disparos de uma pistola, sendo um na nuca e outro na perna direita, na casa de um amigo do casal. A mulher morreu ainda na casa, antes da chegada da equipe de socorro. Ela deixou quatro filhos, sendo que o mais novo tem 8 anos.