Polícia Civil conclui inquérito da Operação Babilônia, que desbaratou uma “central telefônica do tráfico”

334

A Polícia Civil, através da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), concluiu a investigação referente à Operação Babilônia, deflagrada no dia 08 de dezembro de 2020, na qual apurou a existência de um esquema criminoso complexo de tráfico de drogas na modalidade “Delivery” que operava em Goiânia e região metropolitana. Na ocasião foram identificados e desmantelados três grupos criminosos que montaram uma verdadeira “Central Telefônica do Tráfico”, em que usuários realizavam as encomendas de entorpecentes, através de meios de comunicação telemática e telefônica, para operadores do esquema, e estes, por sua vez, repassavam a demanda para vários traficantes nas ruas das cidades.

A engenharia e rapidez da trama criminosa contribuiu para a criação de uma grande demanda por drogas na capital goiana, além de levar ao vício e ao tráfico um número imensurável de pessoas, sem contar com a contribuição para a prática de diversos crimes graves, tais como homicídios, roubos, furtos, extorsões, latrocínios e outros. Na Operação Babilônia foram cumpridos 39 mandados, sendo 19 de prisão e 20 de busca e apreensão, sendo inclusive executados no interior de presídios goianos. O inquérito policial foi fechado com mais de 1.400 páginas, das quais 121 foram só do relatório final, instruído com mais de 1.000 (mil) horas de monitoramento, entre medidas cautelares e operações de diligências de campo. Todos os envolvidos no esquema, 15 no total, ainda estão presas. O procedimento foi remetido ao Poder Judiciário, para fins de responsabilização criminal dos envolvidos.