Polícia Civil cumpre mandados de buscas em laticínio de Terezópolis; local descumpria normas sanitárias

144

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), com apoio da Agrodefesa, deflagrou, na tarde dessa terça-feira (08), operação policial contra um laticínio clandestino sediado em Terezópolis de Goiás. A operação foi deflagrada após a Polícia Civil receber uma denúncia anônima e efetuar as primeiras diligências.

Os policiais civis cumpriram mandado de busca e apreensão no estabelecimento que funcionava de forma clandestina, sem o devido registro em órgão oficial e em condições higiênico-sanitárias inadequadas. O laticínio não possuía fachada e funcionava em uma residência da cidade desde o ano de 2016. Além disso, seus donos têm uma loja, na Rodovia BR-060, também em Terezópolis, onde vendiam os produtos fabricados.

O estabelecimento foi multado pela Agrodefesa. A Polícia Civil apreendeu aproximadamente 400 kg dos produtos do laticínio – massas e queijos. Os produtos inutilizados serão destruídos após passar por perícia.

Os proprietários responderão ao inquérito policial pela prática de crime contra as relações de consumo, previsto no art. 7º, inc. IX, da Lei 8.137/90, cuja pena máxima é de 5 anos de prisão. Não houve prisões efetuadas durante a operação de ontem. São investigadas neste inquérito duas pessoas físicas (mãe e filha proprietárias do laticínio) e a referida pessoa jurídica.