Polícia Civil e Detran deflagram Operação Moto Legal e apreendem 176 motocicletas irregulares

133

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), e o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) – por meio da Gerência de Ação Integrada (GEAI) e Comissão Especial Leilão de Veículos Automotores (CELVA), apoiados pela Gerência de Regularização de Veiculos, Transportes do DETRAN e Gerência de Identificação Veicular da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC) – realizaram a Operação Moto Legal, com o objetivo de coibir o comércio ilegal de motocicletas consideradas como material de sucata.

Ao todo, foram fiscalizadas 08 lojas que vendem motocicletas nas cidades de Goiânia e Aparecida de Goiânia, sendo apreendidas 176 motocicletas em situação irregular – 13 delas com indícios de adulteração nos sinais de identificação, provavelmente produto de crime, e o restante motocicletas provenientes de leilões que não poderiam ser comercializadas, tampouco colocadas em circulação. Foram tomadas todas as medidas administrativas e policiais pertinentes a fim de responsabilizar os proprietários dos estabelecimentos que estavam atuando de forma irregular.

A DERFRVA destaca que a comercialização desse tipo de motocicleta fomenta a criminalidade, uma vez que criminosos se aproveitam dessa prática para subtraírem motocicletas, adulteram seus sinais identificadores e as vendem como se fossem oriundas de leilão. Além disso, como as referidas motocicletas são de difícil identificação, os autores de crimes as utilizam para o cometimento de novos delitos, entre eles, roubos e homicídios. Participaram da operação 60 servidores de todos os órgãos envolvidos.