Polícia Civil identifica mulher que teria usado “Boa Noite, Cinderela” para roubar motocicleta, dinheiro e outros objetos; vítima é um idoso com necessidades especiais

223

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), após investigação policial, identificou uma mulher de 50 anos que teria sido responsável pela subtração, mediante redução à impossibilidade de defesa da vítima, de uma motocicleta YAMAHA/YBR 125E, de cor bege, aparelho celular, notebook, mochila, máquina fotográfica e a quantia de R$ 10 mil. A vítima é um idoso de 61 anos com necessidades especiais. O roubo foi praticado dia 16 de fevereiro deste ano, no setor Conjunto Primavera, em Goiânia.

Segundo apurado, a autora do crime atraía as vítimas em sites de relacionamento e, mediante a utilização de remédios psicotrópicos (como o popularmente conhecido “Boa noite, Cinderela”), dopava as vítimas e subtraía todos os bens localizados nas residências, em especial veículos automotores.

Assim, na manhã de hoje (1ª), as equipes policiais localizaram a investigada pelo crime na cidade de Cristianópolis, bem como encontraram a motocicleta, aparelho celular, capacete e mochila, todos objetos do roubo. Também foi apreendido o remédio psicotrópico usado para dopar as vítimas nos crimes investigados. Os objetos apreendidos serão restituídos à vítima. A mulher foi ouvida no inquérito policial no qual responde por roubo. A imagem da investigada está sendo divulgada, a fim de auxiliar a identificação de novas vítimas, em conformidade com a Lei 13.869/2019 e Portaria 02/2020, tendo em vista a fundada suspeita da prática de outros roubos com o mesmo modus operandi.