Polícia Civil prende integrante de organização criminosa no bojo da Operação Xeque-Mate; prisão teve apoio da PRF e PCMG

210

Em uma ação conjunta, a Polícia Civil de Goiás – por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) -, junto com a Polícia Civil de Minas Gerais e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), efetuou nessa terça-feira (23) a prisão de um homem de 45 anos. Ele é considerado um dos maiores ladrões e receptadores de cargas do país. O suspeito foi preso em sua casa, no setor Negrão de Lima, Goiânia, em virtude de mandado de prisão preventiva.

Após um ano e meio de investigações, em conjunto com a PC de Minas e a PRF, foi possível identificar e desarticular uma grande organização criminosa especializada em roubos e comercializações de cargas de plumas de algodão, defensivos agrícolas e bebidas.

Do início das investigações até a presente data, mais de 11 pessoas foram presas, contudo, o referido investigado ainda estava solto. O homem conseguiu amealhar vultuoso patrimônio com os crimes praticados, porém, com a investigação realizada, todos os bens foram identificados e seus perdimentos pugnados judicialmente.

A organização criminosa agia em Goiás, Minas Gerais e São Paulo. As ações delitivas trouxeram prejuízo na ordem de R$ 15 milhões às empresas vítimas. O preso responderá no inquérito policial pelos crimes de furto, receptação e organização criminosa.