Polícia Civil prende mulher e seu companheiro por suspeita de envolvimento em homicídio

266

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídio (DIH), investigou o homicídio de Danilo Souza de Araújo e apurou que uma mulher suspeita teria telefonado para a vítima, para atraí-la ao local em que seu companheiro mataria o desafeto. Os fatos aconteceram em Goiânia, no Setor Barra da Tijuca, no dia 17 de dezembro do ano passado.

Após trabalho de investigação desencadeado pela DIH e pela Força Nacional, verificou-se que o casal passou a residir em Anápolis e que mudava constantemente de endereço, deixando inclusive, vários aluguéis sem o devido pagamento. No ato da prisão, o homem apresentou documento falso e a mulher trazia consigo uma pistola PT-380 escondida sob as vestes.

Contra o suspeito já havia condenação definitiva pelo crime de porte de arma de fogo. A mulher confessou o crime de homicídio e o porte de arma de fogo. O suspeito narrou que usava o documento falso por saber que era procurado. Sobre o homicídio, fez uso de seu direito de permanecer em silêncio.

A divulgação da imagem e identificação dos presos foi precedida nos termos da Lei n.º 13.869, Portaria n.º 02/2020 – PC, Despacho do Delegado Titular desta unidade, nº 000010828006 e Despacho DIH/DGPC- 09555 dos responsáveis pela prisão, especialmente porque visa a identificação de eventuais crimes outros cometidos pelos suspeitos, bem como surgimento de novas testemunhas.