Presa dupla que matou homem para revidar agressão em festa de família

421

A Polícia Civil concluiu que Valério Souza Silva, de 23 anos, e Djanison dos Reis Silva, 28, são responsáveis pela morte de Macedônio Alves da Silva, em Goiânia, no último dia 27 de outubro. A delegada Marcella Orçai apurou que, depois de serem agredidos pela vítima em uma festa de família, planejaram o esfaqueamento dela, e o executaram duas horas depois do desentendimento.

“Estavam todos na festa. Eram parentes e amigos de longa data que vieram juntos do Maranhão para Goiânia. A vitima já estava bêbada e deu ate cabeçada nos autores porque tinha ciúmes deles com a esposa. Depois dessa briga, mandaram ele ir para casa e ele foi, foi dormir. Nessas duas horas entre ele ir para casa e ser morto, os dois planejaram o crime. Não foi no calor do momento”, contou a delegada.

Segundo Marcella Orçai, os dois autores, que são muito amigos e se consideram primos, foram detidos em cumprimento de mandado de prisão temporária no último dia 5 de dezembro: Djanison em Açailândia (MA) e Valério em Goiânia. “Eles jogam a responsabilidade um para outro. Vamos ver se há necessidade de uma acareação para fechar o inquérito ainda essa semana. Também vamos pedir pela preventiva deles”, disse.

Recorde de prisões
Com esses dois últimos presos, a equipe da DIH completa prisão de 400 suspeitos de homicídios em 2019. “É recorde para a delegacia em Goiânia. Este ano focamos em observar as facções criminosas, responsáveis por boa parte dos homicídios na capital. Acredito que esse foi o foco diferencial”, avaliou o delegado titular da especializada, Rilmo Braga.