Presa mulher que mandou matar colega de trabalho

436

A Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), com o apoio da 5ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Aparecida de Goiânia, deu cumprimento ao mandado de prisão temporária em desfavor de Solange Pereira de Melo. Ela é suspeita de envolvimento no homicídio que vitimou Calixto José da Rocha Neto, vulgo Biro Biro, ocorrido no dia 28 de outubro do ano passado, no Jd. América, nesta Capital.

A investigação apurou que a vítima e Solange trabalhavam em um depósito de reciclagem nas proximidades do fato e tiveram algumas desavenças com relação ao trabalho. Em uma ocasião, a vítima atirou um pedaço de pau em Solange, que a partir daí decidiu que mataria Calixto José e passou a ameaçá-lo de morte.

No dia do crime, Solange ligou para seus amigos Krystian Klyquiner Cruvinel e Italo Henrique Machado, passando para eles a localização da vítima. Em seguida, ambos chegaram no local, em um veículo VW Polo, pularam os muros da casa e efetuaram vários disparos contra a vítima, que chegou a ser socorrida no HUGO, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no hospital. Após o crime, Solange evadiu-se do local na companhia dos executores.

Krystian e Italo já estão presos pela prática de outras infrações penais e agora irão ser responsabilizados também pelo homicídio.