Presa quadrilha que desviou mais de R$ 100 mil de correntistas

730

Cinco suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em fraudes bancárias foram presos nesta segunda-feira (4), pela Polícia Civil, em Goiânia. Com os presos, que teriam feito duas vítimas somente nos últimos dias em Goiás e São Paulo, os agentes do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (GREF), da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), apreenderam R$ 32 mil em dinheiro.

Segundo o delegado Fábio Meireles, responsável pelo caso, as investigações começaram na semana passada quando um morador de Águas Lindas de Goiás descobriu que R$ 84 mil haviam sido sacados de sua conta bancária, sem o seu conhecimento, em uma agência em Goiânia. Ao investigar o caso, os agentes da Deic chegaram até o grupo.

Anderson Gonçalves dos Santos, de 30 anos, e Paulo Sérgio Carneiro Coelho, de 23 anos, foram presos no momento em que saíam de uma agência bancária no Setor Urias Magalhães, minutos após movimentarem R$ 42 mil, transferidos de forma fraudulenta de um cliente de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Na mesma tarde, os policiais chegaram a Bruno Leonardo Borges da Silva, de 27 anos, Ronaldo Rodrigues Almeida, de 30 anos, e Igor Henrique Carreira de Morais, de 20 anos.

Os suspeitos estavam com somente R$ 32 mil porque já haviam transferido parte do dinheiro furtado na segunda-feira (4), mas o próprio banco conseguiu bloquear e devolver o restante para os clientes que foram lesados. Os cinco presos foram autuados em flagrante por furto qualificado e associação criminosa.