Preso grupo suspeito de roubar gado em fazendas de Goiás

271

Quatro homens foram presos suspeitos de integrar um grupo de ao menos dez pessoas, especializado no roubo de gado em Goiás. Dois deles estavam usavam tornozeleira eletrônica. Três outros integrantes já estavam detidos e outros três seguem foragidos. Eles agiam “em família”, uma vez que entre os membros há um casal, três irmãos e cunhados.

Os quatro presos foram apresentados à imprensa na terça-feira (8), na Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais. O delegado Glaydson Carvalho, responsável pelo caso, explicou que alguns dos suspeitos já tinham sido presos há três anos pelo mesmo crime. “É uma quadrilha de grande porte, bastante organizada, que tem causado pânico a zona rural”, disse.

De acordo com as investigações, o grupo alugou uma fazenda em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital, para levar o gado roubado até conseguir um comprador. A suspeita é de eles tenham cometido, somente no ano passado, seis roubos em propriedades do estado. Além dos animais, em alguns casos, eles também roubavam máquinas agrícolas e caminhões com bens das vítimas.