Preso homem que praticou homicídio após ter o celular furtado

251

A Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) deu cumprimento ao mandado de prisão temporária em desfavor de A. A. A. S., de 44 anos. No dia 3 de agosto último, uma pessoa ainda não identificada formalmente foi morta com um disparo de arma de fogo no Jardim Liberdade, Região Noroeste de Goiânia. Após diligências, a DIH chegou ao autor do delito, que acabou preso temporariamente nessa quarta-feira (4).

A. A. A. S. confessou ter disparado seu revólver contra a vítima após ter seu aparelho celular furtado. A arma do crime, um revólver calibre .38 e 13 munições intactas, foram encontradas na casa do autor e apreendidas. A vítima possivelmente era foragida do regime semi-aberto e respondia por diversos crimes de roubo e um de estupro, fato que será confirmado apenas com o exame necropapiloscópico.