Preso pelo Garra/Deic suspeito de extorsão

534

O Grupo de Repressão a Roubos (Garra), pertencente à Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), cumpriu na quinta-feira (21) mandado de prisão cautelar contra Raihury Ravel Gomes Correa, investigado por manter um motorista de Uber por horas sob a mira de uma arma de fogo enquanto usava seu cartão de crédito para compras diversas.

O fato aconteceu no dia 15 de outubro do ano passado, em Goiânia. Para praticar o crime, Raihury agiu em conjunto com Marcos Aurélio Ferreira Dias. Ao final da ação criminosa, a vítima foi abandonada e teve seu veículo subtraído.

Marcos Aurélio já estava detido no presídio de Piracanjuba pela prática de crime de homicídio. Agora, ele responderá, assim como Raihury, também pela extorsão qualificada. O delito é popularmente conhecido como “sequestro relâmpago”, cuja pena é de até 12 anos de reclusão.