Preso suspeito de atirar em homem que teve corpo deixado em via pública no Jardim América

92

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), prendeu, na última semana, o homem que teria sido o responsável por atirar na cabeça da vítima Hélio Márcio Batista, no Jardim América, no dia 20 de agosto do corrente ano. A vítima teve o corpo deixado em via pública por um casal, que já foi preso. A ação foi registrada por câmeras de segurança.

No dia dos fatos, os investigados após passarem toda a noite usando drogas, ligaram para a vítima e sob acusações de que a vítima teria se envolvido com uma das mulheres comprometidas que estavam no local, o preso teria atirado na cabeça da vítima e ameaçado outras pessoas que estavam no local a desaparecer com o corpo.

Após o crime de homicídio, o preso começou a ameaçar as outras pessoas que também estavam presentes no momento do fato. Segundo o delegado Marcos Gomes, o preso dizia que se tais pessoas o delatassem também seriam mortas.

Após sua prisão, o preso informou que a arma utilizada no crime era de sua propriedade e teria sido vendida para um terceiro. O preso, que possui extensa ficha criminal, inclusive por crime de homicídio, também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, pois guardava em depósito considerável quantia de entorpecentes.

Com as referidas diligências e com clareamento das circunstâncias do caso, o inquérito será concluído nos próximos dias e o procedimento encaminhado ao Poder Judiciário.