Presos suspeitos de explosão a caixas eletrônicos

430

O Grupo Antirroubo a Banco (GAB), da Delegacia Estadual de Investigação Criminal (Deic), concluiu nesta quarta-feira (20), a Operação Integração II. A operação contou com o apoio das Rodans Ostensivas Táticas (Rotam), da Polícia Militar. Foram cumpridos os mandados de prisão contra três pessoas suspeitas de integrar uma organização criminosa responsável por explosões de caixas eletrônicos.

Os presos na operação são Marcos Anderson, executor dos crimes; Magno Rodrigues, que explodia os artefatos, e Eliomar Pereira Sobrinho, responsável pela logística criminosa. Outros três envolvidos no esquema foram identificados, mas estão foragidos. De acordo com o GAB, o chefe da organização criminosa é Marcelo Antônio Marques Pereira. Marcelo está detido na Penitenciária Odenir Guimarães (POG).

A investigação mapeou que as explosões aos equipamentos das agências bancárias aconteceram em três cidades: Goiânia, no dia 10 de janeiro deste ano; em Minaçu, no dia 28 do mesmo mês; e por último em Itaberaí, em 05 de fevereiro.

Durante a operação a polícia apreendeu vários materiais usados na fabricação de artefatos explosivos caseiros, um veículo instrumento do crime, além das vestimentas usadas pelos criminosos no momento da explosão aos caixas eletrônicos.