GIH de Formosa prende envolvidos em homicídio a fisioterapeuta

496

Os policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Formosa, com o apoio do Grupo de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri), prenderam no sábado (6), Vitor Fonseca Campos e Handerson Pires dos Reis. Eles têm envolvimento no homicídio praticado contra Carlos Augusto Araújo. A vítima foi morta na madrugada do último dia 3 de abril.

As investigações começaram assim que o carro da vítima foi localizado. O veículo tinha sido incendiado. O crime chocou a população da cidade, já que a vítima era uma pessoa pacífica. Carlos Augusto era homossexual e trabalhava como fisioterapeuta.

Segundo apurado, a vítima foi morta próximo à segunda ponte da GO 116, no caminho para o Salto do Itiquira. Vitor foi quem teria acompanhado os outros indivíduos que executaram Carlos Augusto. Já Handerson, que não participou do homicídio, ficou encarregado de adquirir a gasolina para incendiar o veículo da vítima. Ele aparece em um vídeo de câmera de segurança comprando o combustível em um posto.

Handerson e Vitor se feriram ao atear fogo no carro. Ficaram com rostos, braços e pernas queimados pelas chamas.