Operação After: Polícia Civil conclui inquérito que investigou sofisticado esquema de tráfico interestadual

776

A Delegacia de Polícia (DP) de Goiatuba finalizou na data de hoje (quinta-feira, 4) os procedimentos relativos à Operação After que culminou com o indiciamento de 21 traficantes, dos quais 12 se encontram presos por força de mandado de prisão preventiva e outros 3 estão foragidos.

Seis dos indiciados responderão ao procedimento em liberdade. Dentre os presos há um professor universitário e seis estudantes da faculdade local.

A operação teve por objetivo o combate ao tráfico de drogas sintéticas na região e é resultado de mais de seis meses de investigação que revelou um sofisticado esquema de aquisição e transporte interestadual de drogas.

Um dos indiciados era responsável por promover o intermédio entre traficantes locais e outros grandes distribuidores de drogas dos estados de Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais e Bahia. O pagamento era realizado via depósito bancário e a entrega se dava pelos Correios diretamente no endereço indicado pelo comprador.

A primeira fase da operação foi deflagrada no dia 7 de junho deste ano, ocasião em que foram presas 10 pessoas por tráfico e associação, nove delas em Goiatuba e uma na cidade de Buriti Alegre. Outras duas foram presas ontem (3) por agentes da polícia civil de Goiatuba nas cidades de Goiânia e Vicentinópolis.

Com exceção do professor, todos os traficantes são jovens de classe média com idade entre 18 e 25 anos, sem nenhuma passagem pela polícia. Dois menores também responderão por ato infracional análogo ao tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Delegado responsável: Patrick Carniel.