Operação Anjos: Polícia Civil prende suspeito de estupro a netas e sobrinha; uma das vítimas gravou vídeo

306

A Polícia Civil de Goiás, por meio da equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Caiapônia, prendeu, na tarde dessa quarta-feira (08), um homem suspeito de estupro de vulnerável. A prisão preventiva foi requerida pela autoridade policial e deferida pelo Poder Judiciário. A prisão ocorreu na cidade de Jataí, para onde o autor evadiu após os fatos serem levados aos investigadores.

Conforme as investigações, o autor teria cometido violência sexual contra três crianças – de 10, 12 e outra de 13 anos de idade -, sendo que duas delas são netas, e a outra, sobrinha do próprio autor. Os abusos sexuais ocorreram por diversas vezes, em diferentes circunstâncias, há pelo menos 3 anos. Uma dessas crianças chegou a relatar que desejava morrer para fazer cessar os abusos, pois teria relatado o fato para sua mãe, a qual não teria acreditado na história. Essa criança chegou a fazer pequenos cortes em seu corpo, numa tentativa desesperada de tirar sua vida. A adolescente de 13 anos conseguiu filmar, com seu próprio celular, o autor tentando praticar novamente o abuso sexual, quando o fato se tornou de conhecimento das autoridades, tendo encorajado também as outras duas vítimas a relatá-los.

Os crimes aconteceram na cidade de Doverlândia, onde as crianças residem e o autor sempre aproveitava o momento em que ficava sozinho com elas para praticar o desiderato. O laudo pericial comprovou que as crianças realmente teriam sido abusadas, inclusive todas as três apresentaram “ruptura himenal” antiga.

A Polícia Civil orienta que jamais seja descartado qualquer relato de criança sobre abusos sexuais, devendo todas as suspeitas serem levadas ao conhecimento da polícia. O autor está recolhido na unidade prisional de Caiapônia à disposição do Poder Judiciário.