Polícia Civil finaliza a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Goiânia

306

A Polícia Civil de Goiás finalizou nesta quarta-feira (28) a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Goiânia. Ao todo, foram imunizados com as duas doses 380 policiais civis que trabalham na capital. A vacinação ocorreu, das 8h às 13h de hoje, na Escola Superior da Polícia Civil (ESPC), na modalidade drive thru, onde os policiais civis, servidores administrativos e comissionados puderam tomar a segunda dose da vacina Oxford/Astrazeneca. Servidores da Polícia Penal e da Superintendência de Polícia Técnico-Científica também foram imunizados na ESPC. Ao todo, foram aplicadas nesta quarta-feira 548 doses.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 para os servidores da segurança pública no dia 29 março deste ano, após o governador Ronaldo Caiado determinar o ingresso dos policiais na lista de prioridade, destacando que 5% das doses enviadas à Secretaria Estadual de Saúde fossem reservadas a esses servidores, seguindo o critério de faixa-etária. O governador fez o anúncio em cerimônia, no Palácio das Esmeraldas, na presença do secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, do Delegado-Geral da Polícia Civil, Alexandre Lourenço, e outras autoridades da segurança pública do Estado. Mesmo durante a pandemia, o serviço público prestado pela Polícia Civil não parou. Os policiais continuaram trabalhando, seguindo os protocolos de segurança das autoridades da Saúde – como distanciamento no local de trabalho, uso de máscara e álcool gel -, revezamento presencial e home office em alguns períodos.

Para o Delegado-Geral da Polícia Civil, Alexandre Lourenço, a campanha de vacinação foi concluída com êxito. O Delegado-Geral agradeceu especialmente aos servidores que trabalharam voluntariamente na campanha: “Nesse momento fechamos um ciclo da nossa história de vida. Completamos a vacinação de quase todos os nossos servidores. Nós só temos o que agradecer a essa equipe de voluntários, que foi arrebanhada dentro da nossa Polícia Civil, e que se somou à nossa Divisão de Saúde para conseguir alcançar 100% da nossa força policial vacinada. Isso é um carinho que não tem medida”, declarou o Delegado-Geral.

Na Polícia Civil de Goiás, há hoje 3 casos suspeitos de Covid e 7 policiais civis em quarentena. Ao total, até o momento, 761 policiais civis testaram positivo para a Covid, havendo 14 óbitos. A campanha de vacinação foi coordenada pela Gerência de Planejamento Operacional (GPO) e pela Divisão de Proteção à Saúde do Servidor (DPSS). Para o delegado Rilmo Braga, titular da GPO, a imunização deve ser comemorada: “A partir do presente momento, novos projetos operacionais e investigativos poderão ser iniciados, para que possamos alcançar índices ainda mais significativos no combate e redução à criminalidade”.

Os policiais civis lotados no interior também foram completamente imunizados. As doses foram repassadas pelas Secretarias Municipais de Saúde de cada cidade. Eliane Beppu, chefe da Divisão de Saúde (DPSS), relata que todos os policiais que foram testados positivos foram acompanhados periodicamente pela Divisão de Saúde. “É com gratidão e alegria que a gente conclui este trabalho hoje. Mais de 1.700 policiais foram vacinados só em Goiânia, no período de março a julho. E os que eventualmente não tiverem tomado as doses durante a campanha, podem procurar um posto de saúde para se vacinar.”

Entre os policiais civis, o sentimento foi de emoção, gratidão, e alívio, como declara o papiloscopista policial Robson Magalhães de Araújo Nascimento: “Agora todo mundo vai ficar mais tranquilo, poder voltar à vida normal. Graças a Deus que a instituição está proporcionando isso pra gente”. A escrivã Keicyane Coelho Oliveira foi infectada pela Covid no ano passado. Agora, se diz tranquila. “Muito agradecida a Deus e à Polícia Civil por ter se empenhado para vacinar os policiais, que estão na linha de frente. Passamos tanto medo de levar o vírus para dentro de casa, e agora podemos trabalhar seguros”.