Polícia Civil prende em Iporá mulher que se passava por funcionária da Saúde para pedir dinheiro sob alegação do coronavírus

275

A Delegacia de Polícia (DP) de Iporá, após tomar conhecimento de que uma mulher estaria se passando por funcionária da Saúde do Hospital Municipal da cidade, para pedir dinheiro de casa em casa, efetuou diligências e prendeu, no centro da cidade, em flagrante, a mulher suspeita. A prisão ocorreu nessa quinta-feira (14).

Ela foi identificada e sabe-se que já foi presa diversas outras vezes. Em algumas casas, a investigada dizia ser enfermeira, em outras, que ajudava uma criança com câncer, ou que tinha algum caso de COVID-19 na família e solicitava ajuda financeira sob esses argumentos.

A autora chegou a citar nomes de profissionais da Saúde do Município de Iporá que estão na linha de frente no combate ao COVID-19. Afirmou que estaria ali a mando deles, para solicitar ajuda. Contra ela foi lavrado Auto de Prisão em Flagrante (APF) pelo crime de estelionato.