Polícia Civil prende grupo da mesma família suspeito de tentar entrar no presídio com drogas em colchão

168

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Piracanjuba, com o apoio dos policiais penais da Unidade Prisional local, efetuou, na noite dessa segunda-feira (13), a prisão de uma idosa de 67 anos e de dois irmãos, de 45 e 48 anos, pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Durante o período de entrega de mantimentos no presídio, os policiais penais desconfiaram do nervosismo de uma senhora que deixou um colchão para seu neto, preso na unidade, e rapidamente saiu do local. Intrigados, os policiais inspecionaram o colchão e perceberam que havia 08 porções de maconha e 35 selos de LSD em seu interior. Nesse momento a Polícia Civil foi acionada e, juntamente com os policiais penais, localizou e prendeu a idosa em sua residência.

Prosseguindo nas investigações, foram identificados outros dois indivíduos supostamente responsáveis por armazenar e entregar o colchão para a idosa. Ambos foram presos em flagrante, em uma garagem de veículos de propriedade da família, em Piracanjuba. Um desses indivíduos saiu recentemente do presídio usando tornozeleira eletrônica. Ele foi preso, no ano passado, por envolvimento na explosão de um banco da cidade. A Polícia Civil já identificou o detento que receberia o colchão, neto da idosa, o qual responderá pelos mesmos crimes.

Todos os detidos se encontram na Unidade Prisional local. Se condenados, as penas pelo tráfico de drogas e associação ao tráfico poderão chegar a 25 anos de reclusão.