Preso jovem de 22 anos e menor suspeitos de latrocínio em Formosa; dupla fez armadilha de arame que levou à morte de professora

478

O Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Formosa deu cumprimento nessa quarta-feira (20) ao mandado de prisão temporária expedido em desfavor de Isaías Sousa Vidal, 22 anos, conhecido por “Galego”, e ao mandado de internação do adolescente D. K. F. S., 16 anos. Segundo as investigações, a dupla é suspeita de ter realizado o crime de latrocínio consumado que vitimou a professora Rosimeire Brito do Nascimento, no dia 16 de novembro, no Parque Vila Verde.

No dia do crime, os envolvidos amarraram um arame entre o poste e uma árvore de uma das principais avenidas do bairro, momento em que a motociclista passou, o arame foi esticado e a atingiu na região de pescoço, o que causou o óbito instantaneamente. Após, os autores subtraíram valores e celular da vítima. Ainda conforme as investigações, uma testemunha ocular reconheceu “Galego” como sendo o indivíduo que amarrou o fio de arame no poste aproximadamente uma hora antes do crime.

Os suspeitos ficarão à disposição das investigações, que serão concluídas no prazo máximo de 30 dias. Comprovado o envolvimento de Isaías Sousa Vidal na prática do crime, este responderá por latrocínio consumado e corrupção de menores.