10ª, 19ª DDPs de Goiânia e Gepatri Aisp 3 prendem estelionatários suspeitos de causar prejuízo de R$ 3 milhões

668

A equipe da 10ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Goiânia cumpriu mandados de prisão e busca e apreensão contra suspeitos de crimes de estelionato e lavagem de dinheiro cujo prejuízo está estimado em R$ 3 milhões. A ação se deu no âmbito da Operação Adamas, deflagrada na manhã desta terça-feira (11) e coordenada pela delegada Alessandra Batista.

Bárbara Lemberger e Maurício Gayer Pinheiro foram surpreendidos em posse de duas armas de fogo, cinco relógios Rolex, um relógio Hubolt, um relógio Mido e um relógio de bolso em ouro maciço, R$ 12 mil em dinheiro, US$ 6 mil e diversas pedras preciosas, entre elas um diamante com valor estimado em R$ 30 mil.

Maurício ainda foi autuado em flagrante delito por prática de posse irregular de arma de fogo e pelo crime previsto no artigo 2º, paragrafo 1º, da Lei 8.176/1991. A operação contou com o apoio do delegado titular da 19ª DDP de Goiânia, Elton Diogo Fonseca, e da equipe do Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) da Área Integrada de Segurança Pública 3 (Aisp 3).