Advogada é presa suspeita de recrutar pessoas para cometer crimes

312

A Polícia Civil de Bonfinópolis cumpriu, na manhã desta terça-feira (16), mandado de prisão preventiva em desfavor da advogada Thais Santos da Cruz, de 25 anos, suspeita de recrutar dois jovens pela internet para roubo de veículo ocorrido em Bonfinópolis, na região central de Goiás. A mulher já estava presa desde o último dia 10, quando foi presa em operação deflagrada pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA).

Segundo o delegado Carlos Levergger, responsável pelo município de Bonfinópolis, dois rapazes foram detidos juntos com a advogada, ainda por ocasião da operação da DERFRVA. Em vídeo obtido pela Polícia Civil, Jhonatan Pereira Matias, de 19 anos, e Danilo de Souza, 20 anos, apontam a advogada como participante do crime em Bonfinópolis. Naquela ocasião, de acordo com Levergger, a advogada levou os dois rapazes até uma empresa onde deveria ocorrer o assalto.

Na hora de dar fuga, eles foram abordados por policiais. Na situação, conforme o investigador, Thaís se passou por vítima, mostrou registro de advogada e disse ter sido sequestrada pelos garotos e conseguiu fugir. “Ela cria perfis em redes sociais e se apresentava com codinome,  recrutava menores ou pessoas jovens para cometer os crimes em sites de compra e venda de objetos roubados. Ela indicava o local e dava fuga para eles”, explicou o delegado.