Agressor da companheira é preso por policiais civis em Goiatuba

364

WhatsApp Image 2017-02-13 at 11Policiais lotados na Delegacia de Polícia (DDP) de Goiatuba cumpriu mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de M.H.B.S (foto), 22 anos, por lesão corporal e ameaça a sua companheira. A execução de medida judicial se deu na segunda-feira (13).

J.S.S teve um relacionamento de quatro anos com M.H.B.S. No dia 3 de janeiro deste ano, por volta das 16 horas, M.H.B.S agrediu sua companheira com vários socos no rosto e nas costas.

A agressão teria ocorrido pelo fato de a vítima não ter preparado uma refeição no momento em que o agressor determinara. Após esse fato, ambos romperam o relacionamento. Mas o agressor não aceitou o fim do relacionamento.

A vítima requereu medidas protetivas de urgência, solicitando o afastamento de M.H.B.S, o que de fato não ocorreu. No dia 22 de janeiro, M.H.B.S foi até residência da vítima, por volta de 1 hora da madrugada. Ele pulou o muro e invadiu a casa. Ao entrar na residência, esganou a vítima, jogando-a ao chão. O agressor também puxou os cabelos da companheira, desferindo vários socos no rosto desta.

Logo após, M.H.B.S foi até a sala, quebrou a televisão e tomou o aparelho de celular da vítima para que ela não ligasse para a polícia. Após investigação e apuração dos fatos e autoria, a polícia civil ofertou representação pela prisão preventiva cumprida pelos policiais civis ao Judiciário local.

M.H.B.S foi indiciado pelos crimes de lesão corporal e ameaça (artigo 129 §9º e 147 do Código Penal Brasileiro) com as diretrizes da Lei Maria da Penha. Após procedimentos, o autuado encontra-se recolhido, onde ficará a disposição da Justiça.