Casal de irmãos é preso por tentar matar homem em Itumbiara; vítima tem filho com autora

578

A Polícia Civil de Goias por meio do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Itumbiara, cumpriu, no dia 9 de agosto, dois mandados de prisão preventiva em desfavor de um casal de irmãos investigado por tentativa de homicídio ocorrida em 11 de julho do corrente ano, no bar conhecido por “Sombra do Barú”, localizado às margens da rodovia GO-309, em Itumbiara-GO. A vítima, que tem um filho com a autora, levou dois tiros, mas sobreviveu.

De acordo com as investigações, a investigada K.S.V. chegou ao local, que estava lotado de outros frequentadores, armada com um revólver, e iniciou disparos contra a vítima. Toda ação foi registrada por câmeras de monitoramento do local. As imagens revelam nitidamente a presença do irmão da autora, D.C.S.V., que empurra a vítima ao chão, para que a mulher pudesse atingi-la. Neste momento, já ferido, a homem atingido corre em busca de abrigo. Ao final de um dos vídeos, K.S.V. ressurge apontando a arma para cima, expondo intimidação aos frequentadores do local, inclusive crianças.

Em outra imagem, é possível notar que a autora, obstinada a ceifar a vida do pai de seu filho, vai em busca do rapaz, efetuando diversos disparos em sua direção, colocando em risco todos que ali estavam, ainda com o seu irmão lhe dando cobertura.

Verificado pela autoridade policial a necessidade de adoção de medidas urgentes, no sentido de restabelecer a ordem pública, bem como obstar que os autores, em liberdade, possam dar continuidade em sua marcha criminosa, foi representado pela prisão preventiva dos irmãos, sendo a cautelar prontamente deferida pelo Poder Judiciário, após parecer favorável do Ministério Público.

Quanto aos antecedentes criminais, restou constatado que a autora possui passagem criminosa por suposta prática do crime de roubo, enquanto seu irmão responde pela suposta prática de tráfico de drogas, fazendo uso de tornozeleira eletrônica. No momento da busca, foi localizada com o rapaz uma pequena quantidade de maconha, motivo pelo qual também responderá também por uso de droga para consumo pessoal.

A vítima foi atingida por dois disparos, um no tórax, que causou danos em seu pulmão, e outro no couro cabeludo. No momento em que foi jogado ao chão, fraturou três costelas.

A investigada foi encaminhada para o presídio feminino de Corumbaíba enquanto seu irmão permanece à disposição da justiça no presídio de Sarandi.