Deam de Catalão prende suspeito de violência doméstica e descumprir protetivas

548

William Ferreira Mori exigia não aceitava rompimento e exigia reatar relação conjugal com vítima, ameaçando matá-la caso não fosse obedecido

WhatsApp Image 2017-08-02 at 15
William Ferreira Mori

Policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Catalão cumpriram, na terça-feira (1º), mandado de prisão preventiva em desfavor de William Ferreira Mori pelos crimes de violência doméstica e desobediência a ordem judicial. Segundo o que foi apurado, a vítima, D.O.T., conviveu com o investigado por sete meses e romperam o relacionamento no ano passado. Desde o início deste ano, William passou a ameaçar constantemente a ex-companheira via mensagens e, certa feita, a agrediu com murros e tapas e ainda ameaçou-a, afirmando em certa ocasião: “o meu desejo é te matar”.

Feito o registro da ocorrência junto à Deam, foram solicitadas medidas protetivas e instaurado inquérito, nos termos da Lei Maria da Penha. No dia 26 de julho, a vítima informou que o William invadiu sua casa e exigiu reatar o relacionamento, tendo-a ameaçado novamente e a agredido física e psicologicamente, além de tê-la mantido em cárcere privado na casa até o dia seguinte, quando ela conseguiu fugir.

Diante da situação, o delegado titular da Deam, Vagner Pedroso, representou pela prisão preventiva de William, a qual foi deferida e cumprida na manhã de ontem pela equipe da especializada. O investigado foi encaminhado ao presídio local e se encontra à disposição da Justiça.