Deam de Goianésia realiza provas para 4º Concurso de Redação

224
Delegada Poliana Bergamo e turma de alunos participantes

A Delegacia da Mulher de Goianésia (Deam)  realizou, no dia 22 de maio, na  Universidade Estadual de Goiás (UEG), a prova do 4° Concurso de Redação: “Violência Contra a Mulher e a Lei Maria da Penha”. A iniciativa tem parceria com a Coordenação Regional de Educação, Cultura e Esporte de Goianésia (CRECE) e Secretaria Municipal de Educação. Segundo a delegada Poliana Bergamo, o objetivo do projeto é promover a reflexão sobre a importância da desconstrução da cultura machista e patriarcal impregnada na sociedade.

Os alunos dos 4º anos da rede pública de ensino fizeram um poema com o tema “ser menina é….”  ou “ser menino é…”.  Por sua vez, os alunos do 2º ano do ensino médio dissertaram sobre “Educação Sexista”. O texto de apoio trouxe a frase “A Educação deve ser livre de qualquer discriminação para proporcionar as condições do pleno desenvolvimento” – Rebeca Otero, Unesco e pesquisas sobre “os brinquedos de “meninas” afastam as as mulheres da ciência?” e “distribuição de tarefas domésticas entre meninos e meninas”. Alunos do EJA também participaram, além de uma estudante com deficiência visual.

As redações serão corrigidas por uma banca composta por três corretores no mês de junho. A premiação ocorrerá dia 21 de agosto, no Plenário Aleixo Luiz Vinhal, na Câmara Municipal de Vereadores. Os três primeiros colocados de cada série receberão, respectivamente, um Notebook ; um Smartphone Samsung J4 CORE e um tablet. O professor-orientador do primeiro colocado em cada modalidade receberá uma TV 32′.