DP de Inhumas prende em flagrante ex-vigilante penitenciário temporário por porte ilegal de arma

733

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Inhumas efetuou, na tarde de ontem (1º), a prisão em flagrante de um ex-vigilante penitenciário temporário pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Após perceber que um indivíduo ostentava volume na cintura, os investigadores o indagaram se era policial, ao que respondeu que sim. Ao ser solicitada a sua identificação funcional, o autuado apresentou uma carteira funcional de VPT vencida desde 2017 e uma carteira sindical. Contudo, ele informou que estava na ativa e que sua carteira funcional válida não havia sido emitida. Ao buscar informações junto à Secretaria de Administração Penitenciária, os investigadores descobriram que, na verdade, ele havia sido desligado no ano de 2018.

A arma de fogo estava municiada com 19 munições. Além do armamento, também houve a apreensão das carteiras apresentadas, pois, ao que tudo indica, o autuado estava utilizando os documentos para portar arma de fogo ilegalmente.  A Polícia Civil esclarece que, mesmo que estivesse na ativa, os vigilantes temporários não têm a prerrogativa de porte de arma de fogo fora da função.  O conduzido foi liberado após o pagamento da fiança.