DP de Itaberaí prende pastor suspeito de estupro a criança

418

A Delegacia de Polícia (DP) de Itaberaí cumpriu nessa terça-feira (03) mandado de prisão preventiva em desfavor de Edson Rodrigues da Silva, pastor de uma igreja da cidade, pelo crime de estupro de vulnerável. O pastor, de 43 anos, foi preso em Itaberaí e, em seguida, interrogado na Delegacia.

Segundo as investigações, ele teria abusado de uma menina de 12 anos. Os abusos teriam ocorrido no Parque Ecológico de Itaberaí e em outros lugares isolados, longe de muitas pessoas, para onde o suspeito levava a criança para passear. O pastor teria pegado nas partes íntimas da criança, beijado seu seio, tendo os atos ocorridos mais de uma vez.

A vítima contou aos pais sobre os estupros. Os pais então procuraram o Conselho Tutelar da cidade, que elaborou um relatório e encaminhou à Delegacia de Polícia, o que ensejou o início às investigações. De acordo com o delegado que investiga o fato, Kristian Felipe da Rosa, o autor tratava a menina como se fosse sua namorada. “Durante o interrogatório, ele teve um lapso, dando a entender que houve outros casos de estupro, que serão apurados pela Polícia Civil”, disse.

A divulgação da imagem do investigado segue em conformidade com o despacho do delegado responsável pela investigação, fundamentado nos ditames da Lei nº 13.869/2019 e a Portaria nº 02/2020-PCGO, haja vista que podem existir outras crianças/adolescentes vítimas do autor. Há, portanto, interesse público na divulgação da imagem, de modo que outras eventuais vítimas façam seu reconhecimento e compareçam na Delegacia de Polícia para a tomada das providências legais cabíveis.