Fazendeiro é preso suspeito de estuprar criança em Piranhas; pais da vítima trabalhavam na fazenda

232

No Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual de Crianças, a Delegacia de Polícia (DP) de Piranhas indiciou e prendeu um fazendeiro de 65 anos, suspeito de estuprar um menino de 7 anos. Segundo as provas coletadas pela Polícia Civil, o suspeito contratou a família da vítima para trabalhar em sua fazenda em abril de 2021. A partir de então, o patrão aliciava o menino para ir até a sede, onde ele exibia vídeos pornográficos, se masturbava na frente da criança, apalpava seu corpo e o incentivava a fazer o mesmo. Além disso, na noite de 1º de maio de 2021, o fazendeiro levou o menino sozinho para a cidade de Piranhas e, em uma rua deserta no Setor Morada Nova, tirou a roupa do garoto e o estuprou no local. A criança passou dias reclamando de dores na virilha e no bumbum e precisou receber atendimento médico.

No dia seguinte ao estupro, o fazendeiro demitiu a família da criança e eles tiveram que desocupar a casa onde moravam. O suspeito ficará à disposição da Justiça no presídio de Caiapônia. Durante sua prisão, os policiais civis ainda encontraram uma arma de fogo, uma arma de pressão e diversas munições, sem autorização legal. Além disso, uma carcaça de cão apodrecendo foi localizada dentro da casa na fazenda, evidenciando que o animal estava trancado e sem acesso a alimento. O autor também responderá pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e maus-tratos a animal com resultado morte.