Filho de vereadora de Bom Jesus é preso suspeito de envolvimento na morte da mãe

223

A Polícia Civil prendeu, no dia 12 de abril, o pecuarista Daiton Rodrigues Oliveira Rocha, suspeito de participar do assassinato da mãe e ex-vereadora Roseli Aparecida de Oliveira (DEM), em Bom Jesus de Goiás, na região sul do estado. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela Justiça do município, porque, supostamente, Daiton estaria ameaçando o padrasto, no curso do processo.

O filho da vereadora chegou a ser preso em flagrante por posse ilegal de munição no último dia 5, quando a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, mas foi solto após pagar fiança de R$ 5 mil. Seguindo a polícia, foram apreendidos um celular e notebook de uso pessoal do investigado que foram encaminhamos para exame pericial.

O processo que gerou a prisão de Daiton, segundo a polícia, é o que apura a autoria e materialidade do assassinato da vereadora, morta em dezembro de 2018.  O ex-marido dela, pai de Daiton, Vilmar Rodrigues da Rocha, e outros quatro homens já estão presos pela suspeita do crime. “Surgiram novos elementos no processo, como depoimento testemunhais, que levaram o Ministério Público a representar novamente pela prisão do Daiton e agora a Justiça entendeu que os elementos eram suficientes e decretou a prisão dele”, disse o delegado Rogério Moreira.