Genarc de Aparecida cumpre mandados de prisão contra organização criminosa

723

Policiais Civis do Genarc (Grupo Especial de Repressão a Narcóticos) de Aparecida de Goiânia, coordenados pelo delegado Alvares Lins, com apoio de agentes da Delegacia de Guapó, prenderam nove pessoas na última semana, todas investigadas por fazerem parte de uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas. As prisões ocorreram em virtude de mandados de prisão expedidos pelo juízo da comarca de Guapó.

De acordo com o delegado, as investigações para desarticular o bando tiveram início há seis meses: “Nós conseguimos identificar que detentos do presídio de Guapó e da Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia se articularam com outras pessoas em liberdade para distribuição de drogas na região metropolitana. Com apoio do Grupo de Operações Penitenciárias Especiais foram feitas buscas no presídio de Guapó, onde foram apreendidos 12 celulares, e na CPP de Aparecida, onde foi apreendido um celular e vários livros-caixa com anotações referente a movimentação financeira do grupo”, informou.

Foram cumpridos mandados de prisão preventiva de Karla Munique Ferreira de Sousa, Pollyana de Lima, Ricardo Gomes de Melo, Cleomar Duarte de Sousa, Lukesley dos Anjos Almeida, Ana Maria Luiz de Freitas, Pedro Henrique Santana Ferreira, João Paulo Monteiro Santana Ferreira e de Isa Gabriella da Silva Gomes.