Genarc de Aparecida surpreende depósito de drogas de mulher que as levava para Formosa

558

O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Aparecida de Goiânia prendeu em flagrante Aparecida Ferreira da Silva por tráfico de drogas no final da tarde de sexta-feira (24) no Jardim Nova Esperança, em Goiânia.

Os agentes do grupo especializado apuravam informação de que uma mulher conhecida como “Neia” transportava drogas para entregá-las a um reeducando do Presídio de Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Os investigadores apuraram ainda que, na quinta-feira (17), ela teria ido até o município e levado 50 gramas de maconha.

Em seu retorno de ônibus, os investigadores a acompanharam e descobriram onde era sua casa, no Jardim Nova Esperança, e a abordaram quando chegava em sua casa.

A partir das buscas efetuadas no imóvel, foram encontrados um quilo de substância suspeita de se tratar de maconha, já fracionada em várias porções, além de duas pedras de produto assemelhado a crack.

Neia Aparecida admitiu ser a droga era de sua propriedade e levá-la para seu companheiro, que está preso. Em seguida, foi-lhe dada voz de prisão em flagrante por manter drogas em depósito. Lavrou-se Auto de Prisão em Flagrante (APF) por tráfico de drogas. Caso seja condenada, à autuada podem ser impostas penas de cinco a 15 anos de reclusão. Recolhida à carceragem da 14ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Goiânia, ela ficará à disposição do Poder Judiciário.