Gepatri de Anápolis apreende óleo lubrificante adulterado

283

Os policiais civis do Grupo Especial de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Anápolis efetuaram, na noite dessa quarta-feira 24, a detenção de um empresário que coletava, em diversos estabelecimentos comerciais da cidade, óleo lubrificante que seria utilizado para descarte.

A Polícia Civil descobriu que, ao invés de dar a destinação correta, por meio de processos químicos, o empresário “rerrefinava” o óleo, colocando-o em galões de marcas de mercado, mas o vendia como se se tratasse de produtos novos. O óleo era processado e armazenado de forma incorreta.

Os produtos foram apreendidos, o empresário foi ouvido, exames periciais ambientais e de falsificação também foram solicitados, sendo instaurado inquérito policial para concluir a investigação do fato.

Comprovada a irregularidade, o investigado responderá por crimes ambientais, tributários e contra o consumidor.